quinta-feira, 20 de novembro de 2014

A carta

Gosh! I want it.

Como é tradição, na minha academia os afilhados depois de pedirem a alguém para ser padrinho ou madrinha têm que escrever uma carta a justificar os motivos pelos quais o/a escolheu. E claro que eu mantive a tradição e pedi aos meus afilhados para escreverem as cartas. Não desfazendo a carta da minha afilhada que estava mesmo riquinha, a que mais me tocou foi sem duvida a carta do meu afilhado. Ele escreveu tudo o que eu cria transmitir nas minhas praxes. Escreveu que eu era das mais rigurosas, mas para contrastar era das mais engraçadas nas praxes que fazia. Que foi o primeiro nome que conseguiu decorar e relacionar a uma cara e que mesmo sendo a "mazona" na praxe era a que mais me preocupava com eles. Isto tocou-me, sinto que passei aos meus caloiros aquilo que queria passar, e só por isso me sinto orgulhosa de mim mesma. 

6 comentários:

Roxy disse...

Com certeza tens de te orgulhar!

Hibiscus disse...

Ainda bem que conseguiste passar o que querias :)

Amy disse...

E é um grande motivo de orgulho!

Mara disse...

oh que bom :)

Mafs disse...

Esse sentimento deve ser incrível! Ainda não tenho afilhados, mas quando os tiver espero que eles também vejam a real importância naquilo que transmito. :)

Marisa Costa disse...

r: Muiiiiiiiito obrigada :333
Sim, fui eu que escrevi!