segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Não sei como um ser tão pequenino me inerva tanto...


A minha madrinha acadêmica veio no outro dia a minha casa (ter com as minhas colegas de casa, que por acaso são as melhores amigas dela) e sou eu que lhe vou abrir a aporta. Olhamos uma para a outra e não nos  falamos.
Eu vou para a cozinha e passado um bocado ela também  vai para lá.

Eu: Chegas aqui e já nem falas com a tua afilhada. 
Madrinha: Também não falas-te para a tua madrinha!
Eu: Nota-se o que gostas de mim J.!!
Madrinha: O tamanho do sentimento é igual da tua parte!
Eu: Duvido!
Madrinha: Ai que nervos...Não sei como um ser tão pequenino me inerva tanto...

Ai como eu gosto das nossas pequenas discussões madrinha!
   

1 comentário:

Anne disse...

siamês com rafeiro? deve ser lindo! :o mas é assim +- branco e cinzento como os siameses? :)